Cidadeverde.com

Piauí tem queda de 20% no ICMS no segundo trimestre do ano

Os Estados brasileiros sofreram uma queda acentuada na arrecadação do ICMS no segundo trimestre do ano, como já era de se esperar. A queda média foi de 18%. No caso do Piauí, a redução foi de 20% na arrecadação. Os dados foram divulgados pelo Comitê Nacional de Secretários de Fazenda, que tem como presidente o Secretário de Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles.

O Estado que registrou maiores perdas foi o Acre, com 49%. Já o Mato Grosso foi o único a contabilizar crescimento na arrecadação de ICMS. O aumento foi de 4%.

Segundo Fonteles, a tendência é de que haja mais perdas, embora o cronograma de reinício das atividades já esteja sendo posto em prática. No entanto, como a pandemia permanece, e a retoma é gradual, a economia não vai voltar no ritmo desejado.

Ele diz que “desde março, o Comsefaz se antecipou ao que viria e fez um alerta ao governo federal sobre os impactos da crise sanitária nos entes, com quedas superiores a 20%. Mesmo com a retomada das atividades, os efeitos continuam, porque a crise não é só derivada do fechamento da economia, mas do comportamento dos agentes econômicos.”

Em um cenário de perdas e incertezas, o que vem segurando a economia brasileira é a força do agronegócio. Desde o primeiro trimestre, o setor apresenta números positivos, apesar da pandemia. O agronegócio brasileiro é considerado fundamental para garantir a segurança alimentar do mundo, principalmente no momento atual.