Cidadeverde.com

25 anos da Biblioteca Carlos Castelo Branco

 

A biblioteca comunitária Jornalista Carlos Castelo Branco, da Universidade Federal do Piauí, completa hoje 25 anos. Na verdade, ela foi fundada em 1973, mas só em 1995 foi estruturada tal como a conhecemos hoje e ganhou as atribuições de uma biblioteca comunitária. É um patrimônio do conhecimento e do saber em nosso meio. Possui mais de 110 mil exemplares que estão disponíveis para o público acadêmico, bem como para toda a sociedade.

O jubileu de prata da biblioteca, infelizmente, vai ser celebrado de portas fechadas por causa da pandemia, mas não passará em branco. Ao longo desta semana, haverá uma série de palestras com professores de diferentes instituições de ensino do Brasil. Sim, porque a biblioteca não se trata apenas de um depósito de livros catalogados. Ela é muito mais do que isso. É um centro de disseminação e de partilha da cultura.

Atualmente, é no espaço Rosa dos Ventos, no entorno da biblioteca Carlos Castelo Branco que acontece o Salipi – Salão do Livro do Piauí, um encontro perfeito entre o público e as obras literárias. A leitura foi e sempre será o caminho mais seguro para o desenvolvimento de um povo. No momento em que a equipe econômica do governo federal pretende taxar os livros em 12%, vamos festejar este espaço que nos oferece, gratuitamente, uma variedade inestimável de obras para iluminar as trevas da ignorância que tanto mal fazem a uma nação.