Cidadeverde.com

Brasil reinicia testes com a vacina de Oxford

Os testes com a vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca serão reiniciados hoje no Brasil, segundo a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A autorização foi concedida após informações vindas do Reino Unido de que há segurança para a retomada dos testes da vacina, que se encontra na fase 3, a última antes da aprovação das agências reguladoras.

Os testes com a vacina vinda de Oxford foram suspensos na última terça-feira, depois que foi constatada uma reação adversa séria em uma voluntária do Reino Unido, que não teve a identidade revelada. A mulher teria desenvolvido mielite transversa, uma síndrome inflamatória que atinge a medula espinhal.

Estudos independentes foram realizados para saber se haveria segurança para a continuidade dos testes, o que foi confirmado. Não é possível constatar que a doença da voluntária tenha sido decorrente da vacina ou de outras causas. No Brasil, a vacina será aplicada em 5 mil voluntários, sob a supervisão da Universidade Federal de São Paulo. 4,6 mil voluntários já receberam a dose da vacina e nenhum deles apresentou qualquer reação séria.

O Brasil já manteve acordo para comprar 30 milhões de doses dessa vacina e mais 70 milhões, caso comprovada a sua eficácia. A vacina de Oxford é uma das grandes esperanças para o controle da Covid-19 e a retomada dos testes foi vista com otimismo pela população e pela comunidade científica.