Cidadeverde.com

Projeto arrecada recursos para pesquisa sobre câncer de cabeça e pescoço

Uma importante pesquisa está sendo realizada no Brasil sobre o câncer de cabeça e pescoço, o terceiro mais incidente sobre os homens brasileiros. O câncer de cabeça e pescoço inclui tumores nos lábios, cavidade oral, laringe, tireóide, garganta, entre outros. Mas a pesquisa científica, infelizmente, ainda não dispõe do apoio e dos recursos financeiros indispensáveis para o seu desenvolvimento no país. Em alguns lugares, como os Estados Unidos, é comum que pessoas e empresas colaborem com as pesquisas porque elas sabem que, assim, estão ajudando a formar conhecimento que vai ajudar a humanidade inteira no futuro, inclusive os próprios doadores.

Para ajudar no desenvolvimento dessa pesquisa, o Projeto Cura,  associação sem fins lucrativos, está arrecadando doações por meio de uma plataforma digital. A meta é conseguir 1 mil testes laboratoriais em amostras de sangue. O trabalho é coordenado pelo Grupo Brasileiro de Câncer de Cabeça e Pescoço, integrante do Latin American Cooperative Oncology Group ( LACOG).

Qualquer pessoa pode colaborar. Basta entrar no site https://projetocura.org/ e fazer a doação. O médico oncologista Gilberto Castro chama a atenção para a importância da pesquisa nacional porque nem sempre as pesquisas realizadas no exterior refletem a realidade dos pacientes brasileiros. Além disso, os resultados obtidos a partir de pesquisas desenvolvidas aqui tendem a gerar produtos com custos mais baixos.

O câncer é a segunda causa de mortes no mundo. No Brasil, uma média de 630 pessoas morrem por dia, vítimas da doença. Já avançamos muito nessa área, graças às pesquisas realizadas até agora, mas esse trabalho precisa continuar para que cada vez mais possamos obter resultados ainda melhores. E, para isso, a contribuição solidária dos cidadãos é indispensável.

A campanha para obtenção dos 1mil testes para a pesquisa de câncer de cabeça e pescoço vai até o dia 26 de setembro. Uma boa oportunidade de participar para ajudar a diminuir o número de mortes por câncer no Brasil e no mundo.