Cidadeverde.com

Fim da greve nos Correios

Terminou ontem á tarde a greve dos funcionários dos Correios, que já durava um mês. O Tribunal Superior do Trabalho julgou o dissídio coletivo ingressado pela empresa e determinou que os funcionários voltassem ao trabalho ainda hoje (22), sob pena de multa diária no valor de R$ 100 mil às entidades representativas dos servidores.

A Corte manteve o vale alimentação/refeição e a concessão de reajuste salarial de 2,6%. Mas, por outro lado, determinou que metade dos dias parados seja descontada em folha e a outra metade seja compensada para normalizar a entrega das correspondências e encomendas atrasadas.

Durante o período da greve, a empresa realizou mutirões de força-tarefa para agilizar as entregas. Esses mutirões devem continuar agora até que tudo seja normalizado. A direção da empresa não informou a quantidade de correspondências e encomendas acumuladas.

A decisão do TST chega como um alívio para quem estava aguardando a entrega de encomendas que, neste período de pandemia, cresceram exponencialmente, por força da quarentena.