Cidadeverde.com

Desembargador piauiense pode ser o próximo ministro do STF

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O Piauí poderá ter um ministro no Supremo Tribunal Federal ainda este ano. Os bastidores de Brasília dão conta de que o Presidente Jair Bolsonaro teria escolhido o vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Kassio Nunes Marques, para substituir o  Ministro Celso de Melo, que deixa a toga no próximo dia 13. Em novembro deste ano, o decano completa 75 anos, idade da aposentadoria compulsória, mas em razão da saúde ele resolveu antecipar sua saúda.

O desembargador federal Kassio Nunes nasceu em Teresina, tem 48 anos, e é bacharel em Direito pela Universidade Federal do Piauí. Completou seus estudos jurídicos na Espanha, Portugal e Itália. Foi chefe do setor jurídico da Unimed Teresina, trabalhou como advogado durante 15 anos e é professor de direito. Em julho de 2011 ele tomou posse como desembargador federal,ocupando a vaga do 5° constitucional da advocacia no TRF-1. Ontem, ele esteve reunido com o Presidente Bolsonaro em Brasília. Além de católico, ele é reconhecido pela alta produtividade como magistrado. No passado, ele já se manifestou a favor da prisão após a condenação em segunda instância, um tema polêmico no Supremo.

O nome dele, contudo, ainda não foi anunciado oficialmente e como esta é uma vaga disputadíssima, muitos aliados de Bolsonaro ainda tentam emplacar outros candidatos para o STF. Após sua indicação, desembargador piauiense ainda terá que passar por uma sabatina no Senado.