Cidadeverde.com

Bandidos voltam a tocar o terror no Piauí

Não é de hoje que a violência assusta os piauienses. Mas, nos últimos dias, ela parece ter fugido totalmente do controle. Desde o final de semana, os registros são estarrecedores e o que mais chama a atenção é a ousadia dos bandidos, que agem como se tivessem a certeza da impunidade, já que, quando são presos, não demoram muito tempo na cadeia e logo estão soltos nas ruas novamente, agindo com mais truculência ainda.

No fim de semana, bandidos tocaram o terror na pequena cidade de Miguel Alves ao assaltarem uma agência bancária, fazendo vários reféns. O município, acostumado com a vida até então pacata do interior, entrou em pânico. Pouco tempo depois, explodiram um terminal de atendimento dentro de um órgão público, a sede do Tribunal Regional Eleitoral. Vejam só o nível de enfrentamento dos bandidos. Não é possível dizer que tenha sido o mesmo grupo. Na madrugada seguinte, foi a vez de uma farmácia recém-inaugurada na zona sul, que teve o cofre arrombado.

Na sequência de assaltos espetaculares, ontem à noite, na avenida Homero Castelo Branco, uma das mais movimentadas da zona leste, três assaltantes entram em um supermercado, quando ainda havia clientes lá dentro, para levar joias de um box localizado dentro do estabelecimento. E hoje de manhã, o segurança de uma clínica particular na zona leste foi baleado ao regair a um assalto. Dois homens em uma moto pararam em frente à clínica, um deles desceu, assaltou o vigilante e,quando este tentou reagir, foi alvejado. O assaltante subiu na moto do comparsa e fugiu em disparada.

O Piauí e os piauienses precisam de uma ação efetiva e dura da polícia e de todos os órgãos de segurança. Não dá mais para a população continuar à mercê dos bandidos, que agem de forma impiedosa, atirando para matar suas vítimas, ao menor movimento destas. Os marginais não podem se sentir mais à vontade dentro da sociedade do que os próprios cidadãos como acontece hoje. A população já chegou ao seu limite.