Cidadeverde.com

A 25ª Caminhada da Fraternidade acontece amanhã de um jeito diferente

No ano em que comemora 25 anos, a Caminhada da Fraternidade se reinventa e se apresenta em formato diferente. Os organizadores estavam programando um grande evento para comemorar o jubileu de prata da maior manifestação pública de solidariedade em Teresina. Mas a pandemia do novo coronavírus mudou os planos e a Caminhada acontecerá agora sem passos pelas ruas, sem a multidão que costuma percorrer as principais avenidas da cidade, mas com o mesmo entusiasmo e motivação.

A 25ª Caminhada da Fraternidade será realizada amanhã, a partir das 17h, por meio de uma live solidária, com a presença do grupo Melhor de Três, formado pelo humorista João Cláudio Moreno e os cantores Flávio Moura e Soraya Castelo Branco, acompanhados pelo maestro Luciano e banda. As pessoas poderão acompanhar pelo canal youtube “Em Tuas Mãos” e pelas TVs Assembleia e Antares.

Ao longo da programação, as pessoas irão assistir a vídeos e depoimentos das entidades beneficiadas com os recursos arrecadados pela Caminhada. Na tela, estará visível um leitor de QR Code para que os telespectadores apontem a câmera do celular e possam fazer suas doações.

Quem preferir, já pode antecipar a sua doação desde já por meio da conta bancária do Banco do Brasil, Agência 3178-X, Conta Corrente: 33.003-5. Qualquer doação é bem-vinda.

Durante os últimos 24 anos, a Caminhada da Fraternidade sustentou o Lar da Fraternidade, que abrigava pacientes portadores do vírus HIV. Como a procura dos pacientes foi caindo gradativamente porque eles passaram a receber o coquetel de medicamentos  e fazer o tratamento em casa, o Lar da Fraternidade perdeu a razão de continuar existindo com essa função e hoje abriga os idosos de Teresina em tratamento da Covid-19.

Mas a Caminhada continua a ajudar outras casas não menos importantes, a exemplo do Lar de Misericórdia, que recebe pacientes com câncer que vêm a Teresina em busca de atendimento médico, ou o Centro Maria Imaculada, referência no atendimento a pacientes com hanseníase. A missão da Caminhada é acolher e proteger os mais fracos e necessitados. Por isso, precisa tanto da solidariedade de todos e de cada um. E se os pés não poderão caminhar juntos este ano, o coração irá bater no mesmo compasso, porque como diz o tema de 2020: ComPaixão – o coração junta essas palavras.