Cidadeverde.com

Casas destinadas a pacientes com câncer em Teresina são piloto no Brasil

Um projeto da Rede Feminina de Combate ao Câncer recebeu a visita da equipe responsável pela área social da Caixa Econômica Federal em Brasília, que veio conhecer de perto a experiência piloto no Brasil que está sendo realizada em Teresina. É a construção de 26 casas no bairro Porto Alegre para pacientes oncológicos que foram ou que serão transplantados e que precisam estar em Teresina para um acompanhamento sistemático da doença.

A ideia surgiu ainda em 2009 e começou a ganhar corpo em 2012. Uma obra de R$ 2,2 milhões de reais, financiada pela Caixa Econômica. A construção atrasou por uma série de motivos, mas quando foi mostrada em uma reportagem exibida no Jornal Cidade Verde, chegou ao conhecimento da diretoria da CEF, em Brasília, que decidiu visitar a obra e garantir a sua conclusão.

Cada casa tem 55 metros quadrados, divididos em 6 cômodos e área de serviço. Elas serão registradas no nome das mães dos pacientes, que devem ter entre zero e 18 anos de idade. Assim, em caso de morte do paciente, a mãe permanece com o direito à moradia conquistada. A prestação mensal paga pelas famílias beneficiadas é irrisória, algo equivalente, ao custo de hoje, a cerca de R$ 50.

É mais uma ação da Rede Feminina de Combate ao Câncer para acolher pacientes fragilizados pela doença e que precisam de um abrigo seguro para dar continuidade ao tratamento. Um sonho que virou realidade, cimentado com a dedicação de voluntárias incansáveis, como a senhora Francisca Tupinambá, que abraçou a causa e promete leva-la até o fim.