Cidadeverde.com

2020 - O Ano que Não Acabou

2020 está chegando ao fim como um pesadelo do qual queremos todos acordar. Um ano em que ainda tentávamos nos recuperar do tombo econômico em que estivemos mergulhados e que foi atropelado pela avalanche da Covid-19, impondo uma realidade totalmente diferente para todos. O país, assim como o restante do mundo, se viu obrigado a parar por completo. O cenário era de cidades fantasmas, com ruas vazias, lojas fechadas e um silêncio assustador por todo canto.

Dentro de casa e dos hospitais, o medo e a incerteza do que poderia acontecer diante da presença de um vírus letal e com grande capacidade de disseminação. Houve muitas dúvidas ao longo dos meses, mas também muito aprendizado. Milhares de pessoas perderam a vida, muitas delas tentando salvar a vida de outras pessoas.

Chegamos a dezembro com 14 milhões de desempregados em todo o Brasil. A estimativa de queda do PIB – Produto Interno Bruto – é de 4,40%. Segundo o boletim Focus do Banco Central, a taxa acumulada de inflação nos últimos doze meses deve ficar em 5%. Com o fim do auxílio emergencial, somado ao desemprego e a alta dos preços, o consumo das famílias deve cair, retraindo o crescimento econômico.

Para completar, ainda não sabemos quando começará a vacinação contra a Covid-19 no país. Em entrevista coletiva concedida ontem, o Secretário Executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, não apresentou uma data definitiva para o início da imunização no Brasil. É provável que aconteça apenas em meados de fevereiro, retardando ainda mais uma possível volta à normalidade.

Corrigindo o parágrafo inicial, 2020 não está chegando ao fim. Infelizmente, ele promete se estender pelos próximos meses de 2021. Parafraseando Zuenir Ventura: 2020 – O Ano que Não Acabou