Cidadeverde.com

Justiça proíbe festas e shows em seis estabelecimentos de Teresina

O juiz Aderson Nogueira, da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública proibiu a realização de festas e eventos promovidos por seis empresas de Teresina para evitar aglomerações durante o período da pandemia. A decisão do juiz atende a um pedido do promotor Eny Pontes, feito  na semana passada, para impedir a promoção de shows e prévias carnavalescas que estavam programados para a capital, com o potencial de reunir grande quantidade de pessoas, fugindo às recomendações do COE, que limita o número máximo de cem pessoas por evento.

Em um momento de recrudescimento da Covid-19, com a aceleração do número de casos e de mortes em razão das aglomerações provocadas nas festas de fim de ano, a Justiça resolveu intervir para combater um desastre maior.

O juiz também acatou o pedido de multa diária de R$ de 50 mil em caso de descumprimento da sentença. A decisão cita nominalmente seis estabelecimentos promotores de eventos festivos: a Jeitinho Produções, Flip Eventos, 309 Bar, Quinta do Visconde, The Lounge e Moon Pub House.

Ontem, a Guarda Civil Municipal iniciou a Operação Vita para fiscalizar os estabelecimentos e casas de show que estão promovendo aglomerações além do permitido.

É preciso lembrar que a vacina chegou, mas ainda em quantidade limitadíssima, apenas para os profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente da Covid e idosos abrigados em asilos.