Cidadeverde.com

Universidade de Washington prevê pico da pandemia no final de abril

A Universidade de Washington elaborou um estudo sobre a situação brasileira diante da pandemia da Covid-19, com projeção baseada em diferentes cenários do país. Os dados são bastante preocupantes e apontam para um elevado crescimento do número de novos casos e mortes.

Tomando o recorte do Piauí, o estudo projeta que por volta do dia 24 deste mês o Estado pode alcançar o índice de 51 a 53 mortes diárias. Ontem, foram registradas 30 mortes por Covid no Piauí. Teremos, portanto, segundo a Universidade de Washington, dias difíceis pela frente.

Até o final de junho, no pior cenário projetado, levando em conta o ritmo ainda lento de vacinação provocado pela falta de doses necessárias e o relaxamento observado na população com relação ao uso de máscaras e distanciamento social, o Piauí pode alcançar 8.357 mortes. Na melhor expectativa, ou seja, se as pessoas adotarem um comportamento mais responsável e a vacinação avançar, esse número cai para 6.595. Ainda assim, um número alto. São muitas vidas perdidas que poderiam ser poupadas.

O professor Emídio Matos, da Universidade Federal do Piauí, alerta que as pessoas já vacinadas não podem relaxar nos cuidados com a  prevenção porque elas ainda podem transmitir a doença. A situação só estará sob controle quando toda a população brasileira estiver imunizada, o que ainda deverá levar um bom tempo, a julgar pelo ritmo do calendário de vacinação implementado até agora.