Cidadeverde.com

Anfrísio Lobão é o novo imortal da APL

O médico Anfrísio Neto Lobão Castelo Branco é o mais novo imortal da Academia Piauiense de Letras. Ele foi eleito hoje com 24 dos 37 votos da Academia e passa a ocupar a cadeira de número 20, que pertenceu ao Padre Raimundo José Airemoraes. O advogado João Pedro, irmão do Padre Raimundo José, também concorreu à mesma vaga e ficou em segundo lugar, com 7 votos. Os outros candidatos, Diego e Kenard Kruel, tiveram dois votos, cada. JJ Lapa obteve 1 voto e foi registrado ainda 1 voto em branco.

Anfrísio Lobão é médico psiquiatra, formado pela Universidade Federal da Bahia e especializado em Psiquiatria pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pela Universidade Complutense de Madri- Espanha.  É também professor universitário aposentado. Foi reitor da Universidade Federal do Piauí, Secretário de Saúde, de Governo e de Educação do Estado do Piauí. E, ainda, presidente do Tribunal de Contas do Estado.

O novo acadêmico é autor do excelente romance Mandu Ladino, que mistura história e ficção, ao narrar a saga do índio que viveu entre as terras do Piauí, Maranhão e Ceará. O livro despertou a atenção do ator Paulo Betti, que cogitou transformá-lo em filme. Além do Mandu Ladino, o agora imortal também escreveu Abelheiras. Na área científica, destaca-se o livro Manual de Psicologia Médica.

O acadêmico eleito tem até três meses para marcar a sua posse.