Cidadeverde.com

Sistema e-SUS é restabelecido 11 dias após ataque hacker

O Ministério da Saúde confirmou ontem à noite que o e-SUS Notifica, a plataforma do governo que registra as mortes por Covid-19, foi reativado, onze dias depois de ter sofrido um ataque hacker. Durante esse período em que esteve fora do ar, as informações sobre novos casos e mortes pela doença podem estar subnotificadas, causando a falsa impressão de que a pandemia está sob controle.

O e-SUS e o aplicativo ConecteSUS foram invadidos por hackers no último dia 10, logo após a decisão de que o Brasil teria de exigir o passaporte da vacina para viajantes que chegassem ao país. Desde então, o sistema esteve fora do ar. O ConecteSUS, ao contrário do e-SUS, ainda está indisponível.

Por se tratar de um aplicativo do Ministério da Saúde, o ataque está sendo investigado pela Polícia Federal. O Ministério acredita que ainda pode salvar os dados apagados porque possui back-up das informações. “O Ministério da Saúde informa que o sistema de registro e-SUS foi restabelecido. A pasta reitera que atua com agilidade para o restabelecimento de todas as plataformas impactadas o mais breve possível”, diz a nota oficial publicada na noite de ontem.

É bom mesmo. O país já perdeu tempo demais com a ausência de informações imprescindíveis para o controle eficaz da pandemia que já matou mais de 600 mil brasileiros.