Cidadeverde.com

Teresina corre risco de um surto de sarampo

“O horizonte mostra que teremos surto de sarampo em breve”. A declaração, extremamente preocupante, é de uma das autoridades médicas mais respeitadas no Piauí, Dra. Amarílis Borba, Diretora de Vigilância da Fundação Municipal de Saúde. O motivo do alerta deve-se á baixíssima cobertura vacinal para a doença em Teresina, apesar de o imunizante ser disponibilizado gratuitamente na rede pública de saúde.

Erradicado do país entre os anos de 1990 a 2000, o sarampo voltou a assustar os brasileiros. A cidade de São Paulo identificou o primeiro caso autóctone, quando o paciente contrai a doença na própria cidade, sem contato com pessoas vindas do exterior. Além deste, há outros 25 casos sob suspeita, em investigação pela Secretaria de Saúde de São Paulo.

Ao contrário do que diz o senso comum, sarampo é uma doença grave, altamente contagiosa, que pode causar pneumonia, surdez, dano cerebral permanente e até mesmo a morte. Por enquanto, Teresina ainda não possui casos suspeitos, mas o risco é real.

Dra. Amarílis chama atenção ainda para a baixa vacinação contra paralisia infantil, outra doença que pode matar, e para a qual também existe vacina distribuída gratuitamente pelo SUS. Um alerta de quem conhece o problema e que não pode ser subestimado.