Cidadeverde.com

Piauí se mobiliza para criação da Bacia Hidrográfica do Parnaíba

Entidades ligadas à preservação e revitalização do Rio Parnaíba retomaram os trabalhos para a criação da Bacia Hidrográfica do Parnaíba, a segunda região hidrográfica mais importante do Nordeste do ponto de vista hidrológico. Esta semana estão sendo realizados três seminários de integração nos Estados contemplados pela Bacia: Maranhão, Piauí e Ceará. Aqui, o seminário vai acontecer na próxima quinta-feira, 23, às 8h, no auditório da APPM.

A região hidrográfica do Parnaíba contempla 223 municípios do Piauí, 38 do Maranhão e 19 do Ceará, alcançando uma área de 344.112 km quadrados. A formação da Bacia Hidrográfica do Parnaíba vai permitir o gerenciamento responsável das águas, garantindo o produto às futuras gerações. O Comitê dever ser formado por 50 representantes, sendo 30% da sociedade civil organizada, 40% dos usuários de água e 30% do poder público.

A proposta de criação da Bacia foi assinada ainda em 2018, mas a chegada da pandemia atrasou a etapa de mobilização social, que está acontecendo só agora. O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Parnaíba, Avelar Amorim, diz que a participação social é fundamental nesse processo.

O Rio Parnaíba é um dos maiores patrimônios naturais do Piauí, mas, infelizmente, vem agonizando de forma acelerada com o assoreamento, perda da vegetação nativa nas suas margens e o despejo de esgotos não tratados no seu leito. Os aspectos mais visíveis dessa degradação são os bancos de areia formados ao longo do rio, diminuindo a lâmina de água que dá vida a milhares de piauienses.