Cidadeverde.com

HUT pode suspender cirurgias por falta de medicamentos básicos

Foto: arquivo Cidadeverde.com

O Hospital de Urgência de Teresina corre o risco de suspender cirurgias por falta de soro. E este é apenas um dos itens que estão em falta no hospital. Outros medicamentos básicos como antibióticos, heparina (utilizada para evitar trombose) e até dipirona também estão faltando, o que compromete o atendimento no maior hospital de urgência do Piauí.

O problema não é de hoje, mas vem se agravando ultimamente, ao ponto de, pelo menos, dezoito medicamentos não serem encontrados no almoxarifado do HUT. O presidente da Fundação Municipal de Saúde, Dr. Gilberto Albuquerque, disse que já participou de três reuniões no Ministério da Saúde para que seja efetivada a importação desses medicamentos e até agora não conseguiu resolver o problema. Segundo ele, esses produtos estão em falta na indústria brasileira e não podem ser encontrados nem mesmo nas farmácias particulares.

Por enquanto, os profissionais de saúde estão tentando substituir os medicamentos em falta por outros similares. Mas a situação já está insustentável e é possível que algumas cirurgias, e até mesmo curativos, deixem de ser realizados.

Mais um problema a ser enfrentado pela saúde pública em um momento já agravado pela pandemia da Covid-19 e outras doenças como varíola dos macacos e, agora, febre do rio Nilo.