Cidadeverde.com

Audiência pública vai discutir falta de medicamentos na rede hospitalar

Foto: Arquivo/Cidadeverde.com 

A falta de medicamentos e insumos básicos na rede hospitalar vai ser discutida amanhã, às 10h, durante audiência pública convocada pelo Ministério Público do Piauí, pela 29ª Promotoria de Justiça. Os trabalhos serão presididos pelo promotor Eny Marcos Vieira Pontes, no auditório da sede do MP localizada na Avenida Lindolfo Monteiro, no bairro de Fátima.

No início do mês, após a denúncia de que estavam faltando medicamentos básicos no Hospital de Urgência de Teresina, como antibióticos, dipirona e até soro fisiológico, o Presidente da Fundação Municipal de Saúde, Dr. Gilberto Albuquerque, admitiu a falta de cerca de 18 medicamentos e atribuiu a escassez dos insumos à falta dos produtos no mercado nacional.

Na época, o presidente da FMS chegou a afirmar que se o problema não fosse resolvido poderia haver a suspensão de cirurgias no HUT, o maior Pronto Socorro do Estado. Logo em seguida, ele disse que havia conseguido os suprimentos para, pelo menos, 30 dias.

Na audiência de amanhã, o Ministério Público vai discutir os aspectos jurídicos e técnicos do problema e procurar soluções para que não haja desabastecimento em uma área essencial como a saúde.