Cidadeverde.com

MP investiga 120 hec de mata atlântica desmatada em Teresina

O Ministério Público do Piauí está investigando o desmatamento e a degradação da mata atlântica em uma área de 500 hectares no Estado. O trabalho faz parte de uma operação nacional realizada em 17 Estados do país, denominada Mata Atlântica em Pé.

Guiados por imagens via satélite, os peritos se dirigem com precisão às áreas de desmatamento para saber se a ação foi ilegal, ou não. As áreas devastadas do bioma se estendem de norte a sul do Piauí, indo de Cajueiro da Praia até Corrente, somando 12 municípios do Estado.

Teresina é uma das cidades mais afetadas, com uma extensão de 120 hectares de mata atlântica desmatada, localizados na zona rural. A promotora Áurea Madruga, coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente, explica que os peritos se dirigem ao local para constatar o nível de degradação ambiental e apurar se o desmatamento é ilegal para tomar as providências cabíveis.

A mata atlântica é um bioma de floresta tropical, com variedade de formações e diversificado conjunto de ecossistemas florestais. No passado, correspondia a 15% do território nacional, mas hoje limita-se a 12,5%.