Cidadeverde.com

O LADO PROVINCIANO DE TERESINA

Aos 163 anos, Teresina ganhou ares de metrópole, com ruas movimentadas, carros e motocicletas circulando em todas as direções, e uma população de pouco mais de 800 mil habitantes utilizando-se dos mais diferentes serviços nas áreas de educação, saúde e comércio.

A modernidade, no entanto, é aparente. A capital piauiense ainda guarda algumas contradições que revelam seu lado provinciano. Uma delas é a presença de animais nas ruas, indiferentes ao tráfego intenso à sua volta. O problema é que esta cena não é uma raridade. Ao contrário, é comum vê-los pastando por ruas do bairro Ilhotas, na zona sul, e também no bairro dos Noivos, na zona leste, só para citar dois exemplos.

Acontece é que animais passeando pelas ruas não são apenas pitorescos ou prosaicos. São um risco para o trânsito e podem causar graves acidentes. Portanto, não dá para aceitar a cena como natural. A paisagem urbana não pode ser invadida por animais do porte de cavalos, jumentos ou vacas, como ainda se vê por aqui.

Os proprietários desses animais são os responsáveis por mantê-los presos em lugar que não corram perigo de ser atropelados e ou de causarem um acidente, podendo mesmo até tirar a vida do motorista. Se os donos não cuidam dos seus animais, que o poder público cuide da vida dos seus cidadãos e recolha os bichos que estão soltos na cidade antes que aconteça uma tragédia.