Cidadeverde.com

PACIENTES DE UTIs ESTÃO SENDO VÍTIMAS DE GOLPE

A população deve ficar alerta o tempo inteiro quanto a toda sorte de golpes que os bandidos tentam aplicar contra inocentes. Tornou-se comum ligarem para as residências oferencendo serviços de telefonia e/ou internet e pedirem dados pessoais e bancários das vítimas para roubar-lhes dinheiro.
Outro golpe frequente é o que diz que a pessoa que atendeu a ligação foi sorteada com prêmios e brindes, mas, para recebê-los, precisa repassar dados pessoais. Os desavisados ficam tão empolgados diante da possibilidade dos presentes que imaginam ganhar que acabam fornecendo a informação pedida pelos bandidos. Isso sem falar no golpe do falso sequestro, no qual alguém liga para a vítima e diz que um parente seu, normalmente filho ou filha, está em poder de sequestradores e que, para libertá-lo (a), a pessoa deve fazer um depósito de determinada quantia na conta que eles determinam. Muita gente já caiu neste último. A polícia descobriu que ele é feito normalmente de dentro dos presídios.
Agora uma nova forma de golpe, igualmente cruel, está sendo feita, atingindo a área da saúde. A denúncia vem dos médicos. Eles alertam que criminosos estão ligando para as UTIs de Teresina, dizendo ser em nome da Central de Regulação de Leitos, tentando obter dados dos pacientes e contatos das famílias. Só que a Central não está regulando leitos de UTI desde o ano passado. Segundo a denúncia do médico que não quer se identificar, uma família de paciente do HUT - Hospital de Urgência de Teresina -foi lesada recentemente em R$ 2mil. É mais uma maldade aplicada contra quem já está fragilizado pela doença. Profissionais de saúde, portanto, devem ficar atentos.