Cidadeverde.com

Uma Nação Envergonhada


O Brasil foi dormir estarrecido, ontem, com os acontecimentos de Brasília e os desdobramentos que se seguiram imediamente após o anúncio da nomeação do ex-presidente Lula para o Ministério da Casa Civil. A notícia teve o efeito de um estopim, acendendo manifestações de norte a sul do país.


A revolta popular e política começou logo após a divulgação de que Lula passaria a integrar o ministério da Presidente Dilma Rousseff. A nomeação foi vista como um salvo conduto para conceder foro privilegiado ao ex-presidente, investigado nas operações da Lava-Jato. Como Ministro de Estado, Lula estaria livre de um mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro.


Logo depois, a liberação do conteúdo das conversas telefônicas de Lula, grampeadas com autorização da justiça federal, ajudaria a colocar mais gasolina na fogueira. Em um  dos trechos tornados públicos, a Presidente Dilma Rousseff avisa ao ex-presidente que estava enviando o termo de posse para ser usado apenas em caso de "necessidade".


Essa e outras conversas pouco republicanas foram divulgadas no final da tarde e foram suficientes para iniciar manifestações espontâneas em várias cidades brasileiras. O povo saiu do trabalho direto para as ruas, soltando a voz em um protesto contra o que considera uma manobra para driblar a justiça. 


Depois de muito tempo adormecido, o povo brasileiro reaprendeu a exercitar sua cidadania por meio de manifestações populares e já não aceita mais calado qualquer coisa que queiram lhe impor arbritariamente. O primeiro recado foi dado ontem, ainda no calor das emoções, sem que houvesse tempo para mobilizações e chamamento popular. 


Ninguém sabe  ao certo qual é a dimensão do Brasil que acordou nesta quinta-feira. Os rumos políticos e econômicos entram numa espiral de incerteza que deve prejudicar ainda mais a já combalida confiança no governo. A cada dia, vai ficando mais difícil administrar um país sem o apoio popular, empresarial e político. O que era para ser uma carteirada pode se transformar em uma grande trapalhada.