Cidadeverde.com

Começa amanhã o Maio Amarelo em Teresina

Começa amanhã a campanha Maio Amarelo, quando Teresina se cobrirá com essa cor para alertar a população sobre o grande número de acidentes de trânsito registrados na capital. Acidentes que, na sua maioria, poderiam ser evitados se houvesse um pouco mais de prudência e responsabilidade por parte dos motoristas.

Os últimos dados levantados pela Superintendência Municipal de Trânsito- Strans são relativos ao primeiro semestre de 2015, mas, infelizmente, pelo relato de médicos e profissionais que atuam na área de trânsito, o ano de 2016 deve seguir a mesma tendência.

As principais causas dos acidentes são o consumo de álcool por parte do motorista e o excesso de velocidade ou, em uma perigosa combinação, as duas coisas ao mesmo tempo. Chama atenção, também, a quantidade e a gravidade dos acidentes envolvendo motociclistas, geralmente os que resultam em lesões mais sérias ou até mesmo a morte dos seus condutores.

Nos primeiros seis meses do ano passado, Teresina contabilizou 5.446 vítimas no trânsito, com 973 feridos graves e 80 óbitos. As outras 4.393 vítimas tiveram ferimentos leves. Dos oitenta mortos, a maior parte (85%) era do sexo masculino, na faixa etária compreendida entre 18 a 25 anos. Traduzindo: nossos força produtiva masculina está se perdendo  nas ruas da capital e é preciso reverter essa realidade rapidamente.

As estatísticas vêm provando, ao longo do tempo,  que só as campanhas educativas têm sido insuficientes para educar o motorista a conduzir seu veículo de forma responsável e segura. É necessário aumentar a fiscalização e a punição. Do contrário, continuaremos a ver nossos jovens morrerem ao pisarem fundo o acelerador depois de goles generosos de bebida alcoólica. Isso sem falar nos custos astronômicos para tratamento dos sequelados no Hospital de Urgência de Teresina.