Cidadeverde.com

Educação em xeque

É extremamente grave a denúncia de assédio sexual a uma estudante de 15 anos por parte de um professor do outrora renomado colégio Liceu Piauiense. Grave porque trata-se de uma menor e, mais grave ainda, por vir de quem é pago com o dinheiro do contribuinte para educar e formar os jovens do estado.

A figura do professor é normalmente associada à de um mestre, no sentido mais amplo que a palavra possa ter, ou seja, aquele que educa e que é exemplo de valores, comportamento, atitude. Quando o professor desvia sua função e, pior que isso, se aproveita dessa condição para assediar menores está cometendo um crime.

A mãe da adolescente procurou a direção da escola e fez a denúncia não só lá, como também na ouvidoria da Secretaria de Educação. No entanto, o professor continua em sala de aula, representando uma ameaça para as alunas e para a imagem do colégio.

A educação é uma das funções mais importantes do estado. É por meio dela que se formam os cidadãos e se promove a verdadeira transformação na sociedade. Se essa função falha, falha todo o sistema e o estado fica condenado ao atraso. Por isso, é de suma importância que o caso seja apurado com todo rigor e que sejam tomadas as providências cabíveis para que não pairem dúvidas ou desconfianças nas cabeças dos outros pais que confiam a educação dos seus filhos ao Liceu.