Cidadeverde.com

Estado decreta fim dos processos em papel

O governo do Estado dá hoje um passo importante  para a modernização do serviço público. Atualmente, quem precisa pesquisar qualquer informação sobre um servidor público perde um  tempo precioso entre papéis antigos e amarelados pelo tempo porque todo o arquivo de pessoal está armazenado fisicamente, de forma ultrapassada e pouco produtiva.

Nesta quinta-feira, o Secretário de Administração, Franzé Silva, dará início ao processo eletrônico, uma realidade já existente nas administrações modernas. Todos os dados de pessoal já foram digitalizados na época em que a secretaria fez o recadastramento dos servidores.

Com a implantação do processo eletrônico, tem-se economia de tempo e de papel. O tempo de espera por um processo de pensão em caso de morte, que hoje leva de seis a nove meses, deve cair para 45 dias nas projeções do secretário. O mesmo deverá acontecer com pedidos de aposentadoria e outros.

A ideia é aproveitar o pessoal excedente que  manuseava essas fichas antigas e remanejá-lo para outras funções onde há escassez de mão de obra. Se tudo correr dentro do previsto, o novo sistema deve começar a funcionar a partir do dia primeiro de julho.