Cidadeverde.com

Indústria atinge recorde de ociosidade

É muito grave, para dizer o mínimo, quando atinge-se o patamar de mais de um terço das máquinas e equipamentos da indústria parados. Um setor essencial para o crescimento do país vive um índice recorde de ociosidade: 34%. Número que representa um prejuízo gigantesco para a economia do país.


O percentual de utilização da capaciadade instalada baixou a 66%, a menor média anual registrada desde 2001. Os dados são da pesquisa divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria -CNI e refletem a queda acentuada na demanda dos consumidores, que já está atingindo até mesmo bens de consumo não duráveis, como roupas e produtos de limpeza.


Os industriais brasileiros alertam para a necessidade de medidas urgentes que precisam ser tomadas para recuperar o ambiente propício aos investimentos, como controle dos gastos públicos, reforma da Previdência e modernização da infraestrutura. O problema é que a pauta política está emperrando a econômica, o que é muito ruim.


Enquanto essas medidas não forem votadas e aprovadas, o setor que produz a riqueza do país segue cambaleando para não tombar de vez. E os brasileiros amanhecem a cada dia com medo de perder o emprego e engrossar a fila dos sem renda.