Cidadeverde.com

Ministério do Meio Ambiente libera recurso emergencial para Serra da Capivara

A respeito da informação publicada hoje no blog sobre o fechamento do Parque Nacional da Serra da Capivara, a assessoria de imprensa do Ministério do Meio Ambiente enviou a seguinte nota:

"A decisão política do Ministro de fortalecer cada vez mais a parceria com a Fumdham (Fundação Museu do Homem Americano) na administração do parque já foi tomada e ele reitera que tem o maior respeito e admiração pela arqueóloga Niéde Guidon.

Conforme nota divulgada pelo ICMBio, em que pesem os esforços impetrados para a renovação da parceria, os recursos na ordem de R$ 969 mil, oriundos de compensação ambiental e destinados à renovação da parceria, estão bloqueados na Caixa Econômica Federal por decisão de acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU). Logo que essa pendência venha a ser resolvida, o repasse desse recurso será feito.

O Ministro reafirma seu compromisso com o Parque Nacional Serra da Capivara e está envidando esforços junto ao Governo para conseguir estruturalmente recursos para sanar de vez os problemas do Parque. Emergencialmente, um milhão de reais do orçamento do próprio Ministério do Meio Ambiente já foi remanejado por sua decisão, no dia de hoje, para o Parque."

Assessoria de Comunicação Social
Ministério do Meio Ambiente

No próximo domingo, durante a solenidade de encerramento da Olimpíada 2016, o mundo inteiro terá a oportunidade de assistir a uma homenagem à Serra da Capivara, patrimônio da humanidade. Mas os que se empolgarem com o que verão na transmissão ao vivo para milhares de telespectadores , infelizmente, não poderão conferir de perto o tesouro natural existente em São Raimundo Nonato, no sul do Piauí.

A arqueóloga Niède Guidon, já cansada de lutar em vão pela manutenção do parque, resolveu jogar a toalha. Por falta de recursos para pagar os 30 funcionários que ainda restam, Niède avisou que irá fechar as portas. Uma vergonha! Mais que isso: uma humilhação para nós, piauienses, e brasileiros.

Presenteados com um tesouro arqueológico riquíssimo, não sabemos ( ou não queremos?) cuidar do nosso patrimônio, que deveria ser fonte de estudos e turismo, gerando renda e progresso para aquela região tão esquecida no mapa.

Não bastasse o valor das inscrições rupestres lá encontradas, tivemos a sorte de atrair a atenção de uma pesquisadora dedicada, zelosa, competente e incansável na defesa do parque.  Niède Guidon deu visibilidade ao nosso Estado e, mais que isso, criou o Museu do Homem Americano, um espaço fantástico que encanta a todos que o conhecem.

O fechamento do Parque Nacional da Serra da Capivara equivale a um atestado da nossa incompetência para cuidar do que nos pertence e que deveria ser motivo de orgulho para nós. Nossos representantes políticos não podem ficar omissos diante de uma questão tão grave como essa. Todos precisamos cobrar uma posição efetiva para que esta questão seja resolvida, não de forma paliativa, só para baixar o fogo da fervura, mas de forma definitiva para que nunca mais esta ameaça volte a acontecer.