Cidadeverde.com

PEC do teto será votada hoje no Senado

Apesar dos protestos que se espalharam por todo o país, a PEC do teto deve ser votada hoje , em primeiro turno, no Senado, com boas previsões de aprovação. A proposta apresentada pelo governo federal estabelece um limite máximo para o crescimento dos gastos públicos pelos próximos vinte anos, com o objetivo de reequilibrar as contas públicas.

Desde a sua apresentação, a proposta vem gerando polêmicas em todo o Brasil e já foi motivo de várias manifestações, inclusive aqui no Piauí. Muitas delas por desconhecimento do teor do documento. Ao contrário do que foi propagado nas redes sociais, por exemplo, a proposta não tira dinheiro da saúde e da educação, mas estabelece que o crescimento do bolo total das despesas do governo não pode ultrapassar o índice de inflação do ano anterior.

Como o texto refere-se à despesa total, em caso de necessidade, os gastos com educação e saúde podem até aumentar, se for o caso, desde que esse recurso seja subtraído de outra área para não comprometer o orçamento total. Seria feito, então, um remanejamento de recursos, tirando de uma área para uma  outra considerada prioritária.

Com um déficit fiscal galopante, ou o governo brasileiro põe um freio nas contas públicas ou o país vai à insolvência. Não dá simplesmente para emitir papel moeda porque isso geraria mais inflação e só iria piorar o quadro econômico. O remédio é amargo, sem dúvida, mas necessário em um momento de extrema crise, quando 12 milhões de brasileiros já perderam o emprego e centenas de empresas fecharam as portas. É cortar a própria carne para evitar um mal maior.