Cidadeverde.com

Novo piso do professor é de R$ 2.298,

O novo piso salarial do magistério passou para R$ 2.298,80, um reajuste de 7,64%. O aumento é 1,35% acima da inflação medida no ano passado pelo IPCA , estimada em 6,29%. Apesar do ganho real acima da inflação, ainda é uma quantia muito aquém do valor de um professor. O atual piso para o professor com nível médio, e regime de trabalho de 40h semanais, é R$ 2.135,64.

O mestre é o responsável pela formação de crianças e adolescentes. Uma formação que extrapola os limites do conhecimento pedagógico e que alcança princípios e valores, como ética, honra, cidadania. Pelo menos é assim que deveria ser. E para tão nobre missão, merece receber um salário compatível, capaz de lhe proporcionar acesso à cultura e lhe oferecer uma vida digna.

A educação é o pilar do desenvolvimento de uma nação. Nenhuma sociedade evolui sem um bom sistema educacional. Países como Finlândia e Coreia do Sul dão um bom exemplo do que a educação é capaz de fazer pelo seu povo. Aqui no Brasil, infelizmente, os bons exemplos são exceção, quando deveriam ser a regra.

Mesmo com um valor abaixo do que o magistério merece receber, muitos gestores públicos já começaram a reclamar que não têm como pagar o novo piso. O Ministro da Educação, Mendonça Filho, no entanto, já se apressou em dizer que no final do ano passado adiantou R$ 1,5 bilhão do FUNDEB. Educação é questão de prioridade. É isso que os gestores precisam entender de uma vez por todas.