Cidadeverde.com

Explica, Janot!

Crescem a cada dia os pedidos de explicação ao Procurador-Geral , Rodrigo Janot, sobre o premiadíssimo acordo de delação do empresário Joesley Batista, que fez fortuna e tornou-se o maior processador de proteína animal do mundo às custas de recursos públicos oriundos do BNDEs, e fundos dos  pensão Petros e Funcef.

Depois de dizer que comprou meio mundo do universo legislativo, executivo e judiciário  do país, Joesley, sabendo do estrago que iria causar no mercado financeiro, vende suas ações antes da baixa do dia seguinte às delações e ainda compra uma mega quantia em dólares. Na sequência, parte para os Estados Unidos, livre, leve e solto, sem qualquer punição.

O empresário Marcelo Odebrecht, além de amargar um grande prejuízo , foi afastado da sua empresa e cumpre pena em regime fechado. Deve estar se achando um perfeito idiota. Por que tratamento tão desigual? Esta é a pergunta que deve estar remoendo na cabeça dele e de outros que, igualmente, encontram-se trancafiados na cadeia, enquanto o senhor das carnes aproveita a vida nos Estados Unidos.

Ontem, o perito Ricardo Molina questionou a qualidade da gravação dos áudios entregues por Joesley à PGR. Segundo o perito, eles não se sustentam. São demasiadamente amadoras, cheios de falhas e não passariam pela análise nem de um aluno seu. No entanto, foram estas as provas que garantiram a Joesley o salvo conduto para gastar no exterior o dinheiro ganho com especulação aqui no Brasil, depois de jogar o país em uma confusão que ainda está longe de chegar ao final.