Cidadeverde.com

Falta de segurança gera prejuízo de R$ 27 bilhões na indústria

A falta de segurança pública é hoje um dos piores e mais urgentes problemas a serem enfrentados no país. De norte a sul, os brasileiros sofrem com a violência. No setor produtivo, ela gerou, no ano passado, um prejuízo de R$ 27, 1 bilhões, uma cifra que deixou de ser aplicada em investimentos, que gerariam mais riqueza e mais empregos, e serviria para ajudar a recuperar a economia nacional.

Segundo pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria – CNI – uma em cada três indústrias no Brasil foi vítima de roubo, assalto ou vandalismo em 2016. Mais da metade declarou ter usado segurança privada ou contratado seguros para se prevenir contra a violência. 53% das empresas vítimas de assaltos e roubos avaliam que os prejuízos atingiram 0,5% do faturamento.

Está ficando cada vez mais difícil empreender no Brasil. Não bastassem a insegurança jurídica, o excesso de burocracia, a carga tributária pesada, a falta de qualificação da mão de obra, os empresários ainda têm de bater cabeça para tentar se proteger dos atentados ao seu patrimônio. A pesquisa da CNI ouviu pequenos, médios e grandes empresários de norte a sul do país. 35% deles disseram que a falta de segurança afeta a decisão de investir. Não é para menos. Boa parte do tempo, da energia e dos recursos que deveriam ser aplicados na expansão dos negócios é usada  para pensar em estratégias de defesa.

A violência, há muito, já roubou a paz do cidadão comum, que não tem mais o direito de andar tranquilamente pelas ruas da sua cidade e não se encontra seguro nem mesmo dentro de casa. Agora, ela age em cadeia industrial, literalmente, tirando a capacidade de investimento das indústrias e roubando a oportunidade de criação de novas vagas de emprego para os brasileiros que querem ganhar a vida honestamente.