Cidadeverde.com

Rebeliões de presos causam prejuízos de R$ 2 milhões ao estado

As constantes tentativas de fuga, somadas aos motins e rebeliões nos presídios  do Piauí já causaram aos cofres do Estado um prejuízo de R$ 2 milhões. A informação é do Secretário de Justiça, Daniel Oliveira. Ele garante que os presos estão trabalhando nos reparos de menor complexidade como forma de compensar os danos causados ao sistema prisional.

Para tentar diminuir esses movimentos, a Secretaria investiu no monitoramento eletrônico por meio de câmeras de segurança e está incentivando a leitura entre os detentos, oferecendo o abatimento da pena em razão do número de livros lidos durante o período em que estão encarcerados. Após cada livro lido, segundo o secretário, o preso apresenta um resumo escrito sobre a obra.

A superlotação das casas de detenção é um dos motivos que levam os presos a se amonitarem. O secretário anuncia para o próximo mês a inauguração do Presídio Nelson Mandela, em Campo Maior, com capacidade para 160 vagas.