Cidadeverde.com

Crise institucional fortalece a corrupção

Para complicar mais ainda a já conturbada realidade brasileira, uma crise institucional ameaça instalar-se sobre o país. O Supremo Tribunal Federal, a mais alta Corte na nação, está sendo questionada pelo Senado. Ao se pronunciar ontem sobre a restrição de liberdade imposta ao senador Aécio Neves (PSDB) pelo STF, o Senado enviou, pela segunda vez, o recado de que não acata o que determinam  os ministros guardiães da lei maior. A primeira vez foi com o senador Renan Calheiros (PMDB).

Se as próprias instituições já não se respeitam mais e não obedecem ao poder que lhes é conferido constitucionalmente, que exemplo é deixado aos cidadãos comuns? O da completa desordem e falta de comando. O risco de desmoralização da Suprema Corte é tudo o que o país não precisa, justamente em um momento em que se necessita de instituições fortes para colocar o país nos trilhos outras vez.

A crise entre o Senado e o STF, no entanto, não é a única a ganhar corpo no Brasil. Há tempos, Polícia Federal e Ministério Público também andam se estranhado. Seja por açodamento ou por vaidade dos seus membros, o descompasso entre os órgãos que devem zelar pelo rigoroso cumprimento da lei enfraquece a democracia e fortalece os corruptos que insistem em debochar da nação.

 

RETRATOS DE UMA VIDA

Enquanto os líderes brigam em Brasília, a vida real acontece aqui na Planície. Será aberta amanhã, às 17h, no Teresina Shopping, a exposição fotográfica "Márcias da Vida", pelas lentes da talentosa Rossana Sulzer. As fotos mostram o drama, acompanhado da coragem, beleza e delicadeza das mulheres que tiveram câncer de mama, uma doença que ainda mata muitas brasileiras anualmente, especialmente por conta da deficiência do sistema público de saúde para tratar essas pacientes.

As fotos são não apenas belas, mas cheias de significado. E servem também como alerta para que as mulheres façam o exame preventivo periodicamente, a melhor forma de tratar a doença com chances efetivas de cura.

 

Sufoco na conta de energia

Além do calor insuportável vivido nesses meses do ano, a temperatura promete esquentar ainda mais para os piauienses. Tudo porque quando eles mais precisam de refrigeradores e ventiladores, a Agência Nacional de Energia Elétrica aprova  um novo aumento na tarifa de energia, que vai passar a custar 27,63% a mais a partir de hoje. Sem chuva, os reservatórios que movem as hidrelétricas  estão desabastecidos e o custo da energia acaba ficando mais caro. A propósito, no dia 15 de outubro começa o  horário de verão 2017.