Cidadeverde.com

A fome com a vontade de comer

Quando a falta de dinheiro junta-se à oportunidade para alcançá-lo, faz-se de tudo para não desperdiçar o momento. É o que está acontecendo agora com os prefeitos  piauienses. Sem recursos para fechar o caixa municipal neste final de ano, eles seguem em comitiva amanhã para Brasília para uma audiência extraordinária com o Presidente Michel Temer.

Não que o caixa federal esteja melhor que o municipal para socorrer este último. O guardião do primeiro é que encontra-se fragilizado politicamente com mais uma denúncia contra ele a ser votada na Câmara Federal. E para assegurar a vitória necessária, a liberação de verbas continua sendo a melhor estratégia encontrada até agora.

A sentença de Aécio

Amanhã, também, o Senado deve decidir a situação do senador Aécio Neves (PSDB), afastado das suas funções parlamentares pela segunda vez pelo Supremo Tribunal Federal. Agora,  a primeira turma do STF decidiu, ainda, que o senador mineiro deveria permanecer recolhido em casa no período da noite, além de entregar o passaporte.

O espírito de corpo falou mais alto e senadores de diferentes partidos resolveram se unir contra o que consideram uma arbitrariedade da Suprema Corte. Os senadores defendem que o recolhimento domiciliar noturno equivale a uma espécie de prisão e que, portanto, teria que ser aprovado pelo Senado.Muitos senadores temem o mesmo destino de Aécio e, por conta disso, devem agir preventivamente.

 

Mais um presidenciável em Teresina

Depois de Bolsonaro e Lula, hoje é a vez do senador Álvaro Dias (Podemos) vir a Teresina testar sua popularidade e tentar angariar a simpatia dos teresinenses para sua provável candidatura à presidência da República. Amanhã, o senador segue para Parnaíba, no norte do estado. No Piauí, o partido de Álvaro Dias já conseguiu a adesão de Norberto Campelo, ex-presidente da OAB-PI e do Conselho Nacional de Justiça.