Cidadeverde.com

Gás de cozinha mais caro a partir de hoje

Coincidência ou não, depois do escândalo do Petrolão, o maior já visto no Brasil, a Petrobrás decidiu modificar a política de preço dos seus derivados. O valor do gás liquefeito, aquele comprado em botijões para uso doméstico, passou a ser reajustado mensalmente. Hoje mesmo, a empresa anuncia mais um aumento de 8,9%. O consumidor vai pagar mais caro para assar o peru do Natal.

A justificativa da Petrobrás é a alta das cotações do produto nos mercados internacionais. A inflação vem caindo progressivamente no Brasil ao longo deste ano. O índice registrado em outubro foi de 2,7. Como explicar um aumento de quase 9% em um item indispensável no orçamento doméstico das famílias?

A maior estatal brasileira foi sangrada por políticos e gestores corruptos e inescrupulosos, que acumularam um prejuízo estimado na casa dos bilhões. E agora o trabalhador brasileiro se vê obrigado a pagar reajustes mensais em uma economia que, finalmente, está se estabilizando, com preços controlados. Entender a lógica desse país fica cada vez mais difícil.