Cidadeverde.com

Quanto custa a burocracia na vida das pessoas

A burocracia gigantesca que pesa sobre o estado brasileiro é perversa sob todos os aspectos. Como se não bastasse o fato de ser uma porta aberta para permitir esquemas de propina e gerar desvio de recursos públicos em proporções oceânicas, ainda é responsável pelo atraso de obras fundamentais para a população.

Peguemos o caso da construção da galeria da zona leste de Teresina, fundamental para conter as constantes inundações nos principais corredores de trânsito daquela área da cidade a cada vez que cai uma chuva mais pesada. Os primeiros passos foram dados ainda em 2010. De lá para cá, vem  se arrastando como um mastodonte.

O motivo da demora na conclusão da obra são as sucessivas suspensões dos contratos firmados com as construtoras, que já paralisaram o serviço por diversas vezes. A cada paralisação, a Prefeitura realiza uma nova licitação, com todo o trâmite burocrático necessário para a contratação de uma obra desse porte.

Agora mesmo, está realizando mais uma licitação por RDC – Regime Diferenciado de Contratações Públicas – para tentar mais agilidade. Ainda assim, o processo pode se arrastar por mais de um ano, deixando a população descoberta de uma obra essencial. Depois de pronta, a galeria deve cobrir oito bairros, em uma extensão de sete kilômetros.  Os moradores da zona leste só não querem esperar mais sete anos até ver a sua conclusão.