Cidadeverde.com

Um salto para a Rússia

 

Como uma simples oportunidade pode mudar um destino! Caroline Machado era mais uma garota da periferia de Teresina. Moradora do Parque Rodoviário, na zona sul da cidade, estudava na Escola Municipal Monsenhor Mateus Rufino, quando, em 2004, conheceu o balé por meio de uma parceria entre a Prefeitura e a Escola de Teatro Bolshoi, localizada em Joinville, Santa Catarina.

Foi o que bastou para despertar na menina uma vocação que nem ela mesma sabia possuir, até então. À época, Caroline tinha dez anos e começou a dar os seus primeiros passos na dança que a levaria aos palcos internacionais, em uma carreira que já acumula algumas glórias.

Ela concluiu a Escola em 2011, e já passou a integrar o quadro da Companhia Jovem Bolshoi. Daí em diante, os saltos foram se multiplicando, como numa coreografia sempre ascendente de conquistas.  Já em 2014, Caroline foi para os Estados Unidos, por meio da Gelsey Kirkland Academy. No ano seguinte, retornou ao Brasil para  dançar no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, o mesmo que consagrou Ana Botafogo.

Agora, a bailarina do Parque Rodoviário de Teresina alçou voo rumo à Companhia Primmariinsky, em Vladivostok, na Rússia, país de maior tradição no balé mundial. Caroline diz que seu desejo é seguir em frente. E seguirá, sem nenhuma dúvida. Histórias como essa nos enchem de esperança porque nos falam de transformação de vida, de sonhos que se concretizam a partir de uma simples janela aberta na infância.