Cidadeverde.com

Ministério Público pede interdição da delegacia de Barras

Por falta de condições mínimas de segurança, o Ministério Público do Piauí pediu a interdição da delegacia de Barras, após uma inspeção feita no local. O documento do MP relata ainda que a delegacia não possui equipe suficiente para proteção contra fugas. Os procuradores recomendam a transferência dos detentos para a penitenciária de Esperantina.

Que já não há segurança nas ruas, qualquer piauiense  é capaz de atestar, até mesmo porque é difícil encontrar algum que ainda não tenha sido vítima da violência, que tira o sossego dos moradores dia e noite.

Agora, quando nem mesmo a delegacia oferece a estrutura mais básica de segurança, que garanta a manutenção dos detentos, aí já passa para o descalabro. Se a delegacia não é um espaço seguro, fica a pergunta: ainda há algum lugar seguro no estado? Pelo visto, não.

A constatação do Ministério Público deixa todos os cidadãos preocupados. Para onde recorrer em busca de paz e tranquilidade? O que já era precário, em ano eleitoral parece piorar, em virtude do direcionamento das atenções para a formação de alianças políticas. Mas a população não pode esperar o pleito passar para que sejam tomadas medidas urgentes e eficazes que ponham fim à violência que tomou conta do estado.