Cidadeverde.com

Além do aumento, consumidor é vítima da fraude na gasolina

Não bastasse o consumidor ter de amargar os sucessivos aumentos nos preços dos combustíveis, ele ainda tem de ficar de olhos bem abertos para não ser enganado em alguns postos de combustíveis. Hoje de manhã, uma força-tarefa deflagrou a operação Estanque, que desarticulou uma organização criminosa que estava adulterando combustível no Piauí.

A operação foi deflagrada depois de a Polícia Rodoviária Federal receber uma série de denúncias de transporte irregular de combustível, com adulterações que estariam lesando o consumidor. No jargão popular, a gasolina estaria sendo “batizada”, ou seja, misturada com água para aumentar o lucro de comerciantes inescrupulosos, com sérios prejuízos para o consumidor.

O GAECO – Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – iniciou as investigações sobre o transporte e distribuição de combustível e constatou vários crimes, como a associação criminosa, furto e crimes contra a ordem econômica, tributária e ambiental. A operação resultou em mais de 24 mandados de prisão e de busca e apreensão, que estão sendo cumpridos desde o início desta quarta-feira.

Logo mais, às 11h, os membros da força-tarefa irão conceder entrevista coletiva, na sede da GAECO para revelar os detalhes da ação.