Cidadeverde.com

Hospitais voltam a atender pelo PLAMTA a partir de hoje

Depois de intensa batalha travada entre os hospitais e clínicas particulares e o governo, o Estado pagou ontem os recursos referentes aos atendimentos feitos pelo PLAMTA, o plano de saúde dos servidores públicos estaduais, cujo valor é descontado diretamente no contracheque de cada beneficiário.

Com atraso de mais de quatro meses, a rede privada de saúde que opera no Piauí decidiu suspender o atendimento aos credenciados do PLAMTA até que o Estado regularizasse o pagamento, que é feito normalmente 60 dias após a realização do procedimento.

Só ontem, no final da tarde, o governo efetuou o pagamento referente ao mês de abril, o suficiente para que os hospitais tratassem logo de avisar aos usuários que o atendimento seria normalizado a partir de hoje, 1° de agosto.

Não é a primeira vez que isso acontece, o que deixa os beneficiários do PLAMTA em completo estado de insegurança, sem saber se podem contar ou não com o atendimento pelo qual pagam regularmente. O governo do estado já atrasou outras vezes, levando os hospitais à suspensão dos atendimentos. Ontem, foi pago o mês de abril, mas persiste a incerteza para saber se o mês de maio será pago dentro de 30 dias, garantindo a regularização do sistema. Essa incerteza adoece tanto quanto as moléstias que acometem os servidores.