Cidadeverde.com

Ministra Rosa Weber é a nova presidente do TSE

Esta semana marca duas datas importantes para o calendário político eleitoral brasileiro. Toma posse hoje na presidência do Tribunal Superior Eleitoral a Ministra Rosa Weber, conhecida pela discrição, coerência e rigor em seus julgamentos.  Ela é quem vai comandar a Corte máxima da justiça eleitoral durante a eleição marcada para o dia 7 de outubro. Rosa Weber não é afeita a holofotes ou bate-boca, como alguns dos seus colegas do STF. No silêncio dos autos, contudo, exerce a força da lei de forma implacável, doa a quem doer.

A sua posse no TSE deve causar arrepios na defesa do ex-presidente Lula. Em abril deste ano, o voto da ministra foi decisivo na histórica sessão que julgou o pedido de habeas corpus de Lula. Weber negou o HC. Ela também já se manifestou, em linhas gerais, que a Lei da Ficha Limpa veio para moralizar o processo eleitoral e, por isso, deve ser respeitada.

Na quinta-feira, feriado do aniversário de Teresina, começa oficialmente a propaganda eleitoral nas ruas e praças, em forma de passeatas, comícios e reuniões. É hora de o candidato se apresentar cara a cara com o eleitor e mostrar suas propostas. É bom que o eleitor fique bem atento a esse momento para saber diferenciar quem, de fato, merece seu voto e quem está apenas tentando lhe ludibriar.

Entra campanha e sai campanha, sempre aparecem os candidatos que se sustentam em falsas promessas, completamente absurdas, e impossíveis de serem realizadas. São os que, para problemas complexos apresentam soluções simplórias, sem detalhar como as executarão. Esses são os mais perigosos, atraem com facilidade uma fatia do eleitorado que quer uma resposta imediata para um problema que aperta o seu calcanhar. Mas, cuidado, eleitor! Analise a consistência e o detalhamento do plano de governo, bem como o histórico do candidato, antes de confiar a ele o seu maior trunfo: o voto na urna. O arrependimento irá doer por, pelo menos, quatro anos.