Cidadeverde.com

A responsabilidade dos pais na erradicação das doenças

Há pouco mais de dez dias do início da Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo, apenas 7%  das crianças de 1 a 5 anos foram vacinadas. O dado é preocupante porque o Brasil já registra casos das duas doenças, especialmente na região Norte.  Se não atingirmos 90% de cobertura vacinal, não conseguiremos isolar os vírus, o que representa uma grave ameaça para a saúde pública.

O vírus da poliomielite já havia sido erradicado do país e, até talvez por isso, as pessoas relaxaram no controle da vacinação, o que bastou para que ele voltasse a se manifestar. Vacinar as crianças é uma questão de compromisso não só para com os próprios filhos ou dependentes, mas também para com as outros meninos, porque é necessário criar um bloqueio contra o vírus.

Notícias falsas espalhadas irresponsavelmente sobre danos causados pela vacina prestam um péssimo serviço ao país. Há sempre os incautos que acreditam no que leem ou ouvem, sem senso crítico, e acabam atrapalhando o trabalho dos profissionais de saúde. A vacina é segura, gratuita e o único meio de proteger os brasileiros contra duas doenças que já nem deveriam mais existir por aqui.