Cidadeverde.com

Energia solar ganha destaque no Piauí

 Os recursos naturais do Piauí estão sendo descobertos por grandes empresas  que estão se instalando no Estado para produção de energia limpa. Em novembro do ano passado,  a Enel Green Power Brasil Participações Ltda inaugurou uma parque solar gigante em Ribeira do Piauí. O negócio parece ter dado tão certo que, agora, a mesma empresa já anuncia a construção de um novo parque de energia solar, que promete ser o maior da América Latina.

Desta vez, o município contemplado será São Gonçalo do Gurgueia, no sul do Piauí, com uma planta com capacidade de 475 MW. O investimento é de U$ 390 milhões, correspondente, em moeda local, a R$ 1,4 bilhão. Quando estiver em pleno funcionamento, o novo parque será responsável pela geração de 1.200 GWh por ano, evitando a emissão de 600 mil toneladas de CO2 na atmosfera.

Eis aí uma boa notícia para o Piauí e para o Brasil. Com o aproveitamento da energia solar, que existe em abundância no Estado, vamos nos livrando da dependência da energia gerada pelas hidrelétricas, sujeitas ao regime de chuvas instável e, por isso mesmo, responsável por constantes oscilações no preço da tarifa.

Crise na Saúde

A saúde privada em Teresina parece estar em crise. A direção do Hospital São Marcos, maior referência no atendimento a câncer no Piauí e nos estados vizinhos, estendeu a mão aos parlamentares federais eleitos no último dia 7 para pedir socorro. O Hospital alega dificuldades financeiras e pediu a ajuda de senadores e deputados federais, que se comprometeram a destinar recursos para ajudar no custeio da casa de saúde.

Por sua vez, o Hospital São Paulo, que funciona na zona leste da capital, está emitindo um comunicado público, anunciando a suspensão dos serviços de urgência/emergência pediátrico.

Em meio às dificuldades na rede privada, toma posse o novo gestor da Fundação Municipal de Saúde, Charles Silveira, que deixa a Secretaria Municipal de Governo para assumir os inúmeros desafios impostos pela saúde pública. Charles é professor de Direito e foi reitor da Universidade Federal do Piauí. Precisará usar de muita habilidade para contornar os problemas de uma rede que cresce diariamente em termos de demanda, mas que não recebe do SUS a contrapartida necessária para cobrir todos os custos.