Cidadeverde.com

Em estado de alerta

Não era para ser assim. Mas as festas de Natal deverão ser vividas com apreensão e cautela em Teresina. O clima de insegurança que já preocupava os moradores da capital foi agravado esta madrugada com a fuga de 23 presos da Casa de Custódia. Eles cavaram um túnel e agora estão soltos nas ruas, aterrorizando a população.

A segurança pública, ou a falta dela, melhor dizendo, foi um dos maiores problemas enfrentados pelos piauienses neste ano que se encerra. Foram inúmeros os casos de violência ocorridos. Em muitos deles, as vítimas sequer formalizaram a denúncia, seja pela descrença no aparelho da segurança, seja porque faltava mesmo estrutura nas delegacias, como papel ou toner para a impressora.

Foi com esse sentimento de medo que o povo do Piauí viveu os últimos meses, levantando muros, colocando grades, instalando alarmes e câmeras de segurança, mas, lá no fundo, sabendo que nada disso adianta. No máximo, dificulta um pouco mais a ação dos bandidos.

Entrar e sair de casa ou de um estabelecimento comercial tornou-se uma atitude de risco, independente da hora ou do local em que a pessoa se encontre. E, assim, os piauienses passaram a viver assustados, como se estivesse permanentemente à espreita do predador que surge inesperada e descaradamente, confiante de que não há repressão para barrar sua ousadia.

Não é à toa que o pedido mais repetido nesse Natal em todos os lares e confraternizações é de PAZ. É o que todos nós precisamos e desejamos.