Cidadeverde.com

A sobrevivência ao câncer

Hoje, 4 de fevereiro, é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, uma data instituída em 2005 para conscientizar a população sobre a doença e, com isso, tentar evitar milhões de mortes em todo o mundo. A campanha é também uma forma de pressão sobre os governos para que desenvolvam políticas públicas de prevenção e tratamento da câncer.

Este ano, o INCA – Instituto Nacional do Câncer está focando na sobrevivência dos pacientes. Para isso, realizou um estudo que será apresentado hoje, na sede do órgão, com a discussão das necessidades das pessoas que já tiveram a doença, com foco em quatro tipos: mama, colo do útero, próstata e leucemia linfoblástica aguda.

O cartaz da campanha traz a frase “ Eu sou e Eu vou”. Felizmente, as pesquisas na área oncológica têm avançado bastante e o que, antes, era tido como uma sentença de morte, em muitos casos virou uma doença crônica com a qual o paciente vai conviver ao longo da vida, sem contar os casos de cura.

Tratamentos como terapia alvo e imunoterapia têm obtido resultados bastante satisfatórios. Mas a prevenção ainda é, indiscutivelmente, a melhor maneira para enfrentar a doença com bons prognósticos. Exames periódicos, alimentação saudável e atividade física formam um tripé que pode ajudar a diminuir as estatísticas negativas relacionadas ao câncer. E essa é uma decisão pessoal, por isso, a ênfase na frase do cartaz.