Cidadeverde.com

TCE investiga obras paralisadas no Estado

O Tribunal de Contas do Estado decidiu colocar uma lupa sobre as grandes obras do Estado que estão paralisadas, causando prejuízos aos cofres públicos. Os auditores do órgão de controle externo vão fazer um levantamento completo das obras com valor acima de R$ 1,5 milhão,que estejam suspensas, para tentar saber o motivo da paralisação.

Para isso, está sendo elaborado um questionário eletrônico que deverá ser respondido pelos gestores. O TCE quer saber quais são os valores envolvidos nos convênios, os pagamentos que já foram efetuados e o que levou à suspensão da obra, para que ela seja retomada. Com isso, dizem os auditores, o Tribunal dará sua contribuição para a retomada do desenvolvimento do país.

De fato, obra parada é dinheiro jogado fora. A construção começa a se deteriorar, o custo sobe assustadoramente com inúmeros aditivos, gasta-se tempo, material, dinheiro e deixa-se de prestar o serviço à população. Aqui no Piauí, algumas obras se tornaram emblemáticas pelo tempo em que se encontram paradas,  como o porto de Luís Correia, a ferrovia Transnordestina, o Centro de Convenções e tantas outras.

O contribuinte que paga impostos regularmente – altos, diga-se de passagem- quer ver onde seu dinheiro está sendo aplicado. É dever do Estado e direito do cidadão acompanhar a execução de obras e serviços realizados com dinheiro público. Portanto, age acertadamente o TCE quando resolve lançar seu olhar sobre essa questão.