Cidadeverde.com

Um crime contra toda Teresina

Diante de tantos crimes violentos que acontecem no Estado, pouca gente atentou para um outro tipo de crime, também grave, praticado contra o meio ambiente, no bairro Saci, zona sul de Teresina. A derrubada criminosa de 12 árvores na Praça Gentil Macedo agride não só a natureza, mas a própria vida humana. Sem o oxigênio produzido pelas árvores, morremos todos.

A bom tempo, a Câmara Municipal tomou uma atitude e, a pedido do vereador Luís Lobão (MDB),  deve entrar com uma denúncia criminal ou ação civil pública no Ministério Público Estadual. É preciso mesmo que os culpados sejam punidos por tamanha agressão. Teresina é uma cidade de clima hostil, extremamente quente e as árvores são um refrigério para amenizar os efeitos do sol causticante. Além disso, oxigenam o ar que respiramos. Matá-las, pois, é matar nossa qualidade de vida.

O motivo alegado de que as árvores serviam de sombra para desocupados é o mais despropositado. Árvores são um patrimônio público e devem estar disponíveis para quem quiser usufruir da sua sombra. Não se pode querer resolver um problema de segurança, causando um outro, de natureza ambiental.

Para os marginais, a polícia, a força do poder público. Um morador não tem o poder de decidir se a população pode ou não ser privada dos benefícios da arborização em uma cidade onde os termômetros alcançam facilmente a temperatura de 40°C. Tanto a derrubada de árvores, como as malfadadas queimadas são crime e os (i)responsáveis por essas práticas devem ser exemplarmente punidos .