Cidadeverde.com

Um laço que não desata

                                                 

Os recentes ataques em Susano, na Holanda e na Nova Zelândia deixaram a população assustada com a força que brota de um ódio inexplicável e é capaz de produzir atos de violência que levam à morte de inocentes. A dor sofrida em todos esses lugares, no entanto, desencadeou uma reação de solidariedade impressionante, mostrando que não estamos sozinhos.

A solidariedade é o que dá suporte às pessoas no momento em que elas mais precisam. E esse sentimento, muitas vezes, se traduz em um simples abraço. Por isso mesmo, este foi o tema escolhido este ano para a 24ª Caminhada da Fraternidade, que será realizada no dia 9 de junho, com o slogan: “Abraço: nosso laço com o outro.”

O abraço é sinal de acolhimento, de amparo, de aconchego. É dizer, mesmo sem palavras, que eu me importo com quem está ao meu lado. Há 24 anos, a Caminhada da Fraternidade abraça as pessoas mais fragilizadas de Teresina e estende seus braços aos pacientes portadores do vírus HIV, pacientes com câncer, com hanseníase, crianças em situação de vulnerabilidade e quem mais necessite de auxílio.

Assim, até o dia da próxima Caminhada, estaremos promovendo abraços coletivos em vários pontos da cidade. O primeiro foi no Parque da Cidadania. Ontem, foi no Adro da Igreja São Benedito, ponto de partida da Caminhada todos os anos. E assim, a Arquidiocese de Teresina segue, estendendo as mãos a quem mais precisa.