Cidadeverde.com

Um alerta pela vida

O Brasil registra 47 mil mortes no trânsito anualmente. É um número altíssimo, que se traduz em uma tragédia comparada a uma guerra. Além das perdas humanas, incalculáveis, há ainda um prejuízo considerável com o dinheiro gasto para tratar os sequelados dos acidentes. De acordo com as informações do Sistema Único de Saúde, 60% dos leitos hospitalares são ocupados por vítimas no trânsito.

É para tentar reverter esses números que foi lançado o Maio Amarelo, um mês de conscientização sobre a necessidade de poupar vidas por meio de um trânsito mais seguro, o que levou à definição do tema deste ano, com o lema: “No trânsito, o sentido é a vida.” A campanha ocorre simultaneamente em 27 países e 423 cidades diferentes.

A imprudência dos motoristas é a principal responsável pelas estatísticas trágicas que crescem a cada ano. Excesso de velocidade, ultrapassagens perigosas, a combinação de álcool e direção, tudo isso forma um cenário altamente perigoso nas ruas e avenidas do país, causando dor e traumas perfeitamente evitáveis com a adoção de um comportamento mais humano e civilizado ao volante.

Infelizmente, muitos motoristas ainda usam seus carros como armas perigosas. E a impressão que se tem é que quanto maior e mais caro o veículo mais mal educado é o motorista. Carrões superpotentes cruzam o sinal vermelho em alta velocidade, como se não houvesse mais ninguém no trânsito. Enquanto não houver uma mudança de mentalidade dos condutores de veículos, continuaremos a chorar pelas vítimas que tombam no asfalto.