Cidadeverde.com

Mais receita para os municípios

A falta de recursos e as emendas e reformas necessárias para garantir dinheiro suficiente para a realização de obras e serviços nos municípios foram o tema dominante na abertura do II Congresso das Cidades, ontem à noite. Os 204 prefeitos piauienses presentes trouxeram a Teresina basicamente o mesmo pleito. O discurso é de que os municípios assumem cada vez mais responsabilidades, sem a contrapartida necessária para atendê-las a contento.  Na distribuição das receitas, a União fica com a maior parte do bolo, enquanto os munícipes estão cobrando na porta dos prefeitos as demandas que eles consideram justas.

O evento que reuniu o presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre, e o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, era o encontro perfeito para que os gestores municipais reivindicassem a aprovação da reforma tributária e outras formas de distribuição de receitas.

Aqui no Piauí, a maioria dos municípios sobrevive unicamente do repasse do Fundo de Participação dos Municípios- FPM, o que, obviamente, é insuficiente para atender a todas as necessidades locais. As soluções para a gestão municipal, não apenas do ponto de vista financeiro, mas também de questões como mobilidade urbana, sustentabilidade, desenvolvimento econômico e mudanças climáticas estarão sendo discutidas até amanhã no Atlantic City Clube, durante o II Congresso das Cidades, promovido pelo grupo Cidade Verde.